Sem arrependimentos

7 de setembro de 2011


Sempre pensei no amor entre homem e mulher como um sentimento muito complicado. Cheio de detalhes e nuances. Complexo em sua simplicidade, e inexplicável cientificamente. Por isso eu decidi que não era algo que eu queria sentir. Então descobri que é muito difícil não amar, pois quando o amor chega, ele não se importa se você o quer ou não em sua vida. Entra mesmo sem ser convidado, e vai tomando espaço dentro do peito. E faz questão de deixar sua marca por muito tempo, às vezes para sempre. 

O amor não costuma fazer sentido, ou melhor, não é para ser entendido ou explicado. É amor, e pronto.  Por isso é tão difícil falar de amor. É um sentimento que para cada pessoa é diferente e único. Muitas vezes impossível de se colocar em palavras. Um novo amor nunca é igual ao antigo, cada vez que nos apaixonamos, cada vez que encontramos aquele alguém especial, é diferente e novo.

Melhor que falar de amor, é vivê-lo.  Deixar o sentimento inundar o peito, aproveitar cada instante como se fosse o último, apenas deixar rolar, sem se importar com o depois.  Porque quando o amor acontece, é o presente que importa, o agora, o momento.  Dure ele uma vida, ou um instante.

22 comentários:

Manú disse...

eu concordo com vc.
otimo post. :)

http://manusoaress.blogspot.com

Angélica disse...

Valeu :D

Kassya Araujo disse...

OBG por me seguir, estou te seguindo de volta, espero manter contato cntigo, (é sempre bom ter uma blogueira por perto).

Angélica disse...

Obrigada querida *-*
Claro sempre que precisar estamos ai, só dar um alô!

meeh oliveira. disse...

Oi flor, amei seu blog *-*
ele é bem teen :D
se puder segue de volta?
http://miss-independentoriginal.blogspot.com

Beatriz Andrade . disse...

Como você mesma disse, o amor não tem como ser explicado, é como se fosse um fenômeno natural.

Besos ,
Paraíso de Menina

Juh Demos disse...

concordo , com você pois um amor planejado não é amor ele acaba se tornando um compromisso , um trabalho que deve ser feito sem pestanejar é muito melhor deixar o tempo construir ele, ou seja dar tempo ao tempo -*

http://blogjulianamyworld.blogspot.com

Angélica disse...

meeh oliveira, que bom que gostou querida *-*
bou passar la pode deixar :D

Angélica disse...

Beatriz, verdade.

Angélica disse...

Juh, é isso ai mesmo, obrigada pela visita fofa *-*

Francês Dicas disse...

Olá lindo Blog !!
Sucesso ^^

Davi Drummond disse...

bom blog, já sigo =D

segue?

www.foiporquerer.blogspot.com

Evellen disse...

lindo post, ameei.

Xoxo ;*
http://blogloveontop.blogspot.com/

Angélica disse...

Francês, obrigada queri *-*

Angélica disse...

Davi, domingo eu sempre passo por todos os blogs que me visitaram durante a semana, pode deixar que farei o mesmo com o seu e te retribuirei *-*

Angélica disse...

Evellen, que bom querida *-*

Sara Maia disse...

É, também vejo o amor entre homem e mulher desse jeito "sentimento muito complicado." É mt estranho para mim, eu nunca me apaixonei (eu acho, já senti algo por alguém, mas não foi como descrevem, foi mais triste do que alegre)Eu quero muito viver um amor para saber a sensação. Nem que seja por um instante, como a última frase do texto mostrou

David Germanotta disse...

oiee
adorei oseu bloog

ja estou seguindoo !! SEGUE DE VOLTAA POR FAVOR??

http://garotoonerd.blogspot.com

Mari Sayuri disse...

Muito bonita essa postagem.
É tão complicado que se deixa levar
Adoro quando falam de amor, saem muitos textos bons disso
um beijo
http://ondevaoasnuvens.blogspot.com

Angélica disse...

Sara Maia, somos duas entao :D

Angélica disse...

David, pode deixar que eu vou fazer isso :D

Angélica disse...

Mari Sayuri, verdade, acho que sao os textos mais bonitos