Crescer dói.

17 de abril de 2011

Quando eu era criança, minha vida era o verdadeiro conto de fadas almejado, tudo era mais bonito e fácil, um simples balanço do parque me contagiava. O amor era a coisa mais linda que eu podia enxergar, com meus pequenos olhos, tudo isso porque eu ainda tinha um coração inteiro. Depois que o tive partido pela primeira vez e o envolvi com fita adesiva imaginária, inúmeras vezes para levantar e parecer forte comecei a vê-lo com outros olhos, mas ainda podia avistar um pequeno lado bom, pois sabia que toda vez que me feria era só passar um remédio e ganhar um beijo da minha mãe, e tudo passava; Foi ai então que descobri que feridas no coração não se curam tão rápido, muito menos se cicatrizam indo ao médico, e que tombos e as dores de ralados no joelho hoje são no coração.
No final tudo isso me fez crescer, notei que crescer é difícil, requer responsabilidade e coragem, mesmo que não tenha isso, você será obrigada pelo tempo a abandonar a inocência infantil.
Arrependo-me até hoje de ter falado que eu queria chegar à adolescência. Muitos não percebem que a infância era algo lindo, era algo maravilhoso.

Um comentário:

Falaê Mulher disse...

Estava pensando isso ess semana.
Snif!

Crescer dói muito.!
=/
Mas faz parte.

Ass Bella
http://falaemulher.blogspot.com
Dá uma passadinha la depois. ^^